Universo Magalu

Blog do vendedor

Aprenda todas as funcionalidades e benefícios que só o Universo Magalu te proporcionar

Gamificação no e-commerce: conheça como funciona essa tendência

Marketing e vendas

Atualizado em 27 maio 24

9 minutos de leitura

A gamificação está super em alta! Esse conceito diz respeito a todo tipo de iniciativa que usa a lógica dos games, como missões, pontuação, ganho de recompensas e rankings, mas em contextos que vão além do lazer. Você pode ver essa inovação em prática nas escolas e nas empresas, em estratégias de ensino e treinamento, e também em aplicativos de saúde, com desafios para o estímulo de bons hábitos.

O que você talvez não saiba é que a gamificação também é muito bem-vinda no e-commerce. Isso mesmo! Ela pode ser utilizada como uma estratégia de marketing para gerar engajamento entre os usuários do seu site ou vitrine de marketplace.

Ao despertar esse interesse competitivo, os clientes são estimulados a realizar novas compras, compartilhar promoções, alcançar determinado ticket médio e por aí vai. Continue a leitura e entenda porque essa é uma excelente estratégia!

Conheça o conceito de gamificação

A gamificação é uma técnica de engajamento que consiste em aplicar elementos de jogos em contextos não lúdicos. A ideia é utilizar o espírito competitivo para motivar e envolver as pessoas em atividades que, de outra forma, poderiam ser vistas como monótonas e entediantes.

A lógica dos jogos utilizada na gamificação pode incluir:

  • pontuação;
  • escala de níveis;
  • recompensas;
  • desafios;
  • competições;
  • feedback.

Esses elementos são aplicados em atividades diversas, a fim de torná-las mais divertidas, interativas e engajadoras. A gamificação é bem-vinda — e já bastante explorada — em muitas áreas, como marketing, recursos humanos, educação e saúde.

A gamificação empresarial, por exemplo, pode ser usada para incentivar e premiar os funcionários que atingirem determinadas metas ou objetivos. Em uma escola, essa metodologia está bastante presente em aplicativos e plataformas educacionais e é usada para complementar as aulas e tornar o aprendizado mais divertido e significativo para os alunos.

Na área da saúde, ela pode ser usada para incentivar as pessoas a praticarem exercícios físicos ou adotarem hábitos alimentares mais saudáveis. Existem inúmeros aplicativos de autocuidado que já incorporam a lógica dos games, com recursos como metas de passos por dia, ranking de usuários que praticam mais tempo de exercícios físicos etc.

No metaverso do varejo, essa técnica também é capaz de gerar esse mesmo efeito de engajamento. Isso é ótimo para promover uma experiência de compra diferenciada, além de estreitar o relacionamento com o seu consumidor.

Veja bons exemplos de gamificação no e-commerce

A gamificação pode ser aplicada em diferentes áreas do e-commerce, como no processo de compra, em programas de fidelidade, nas campanhas de marketing e na interação com os clientes. Algumas estratégias de gamificação em e-commerce são:

  • programa de recompensas: crie um programa de recompensas para incentivar os clientes a realizar compras e outras ações no seu site. A cada pedido, o comprador acumula pontos, que podem ser trocados por descontos, brindes ou outros benefícios;
  • desafios: elabore desafios para os clientes realizarem no seu e-commerce, como completar um quiz, indicar amigos, compartilhar nas redes sociais, entre outros. Aqueles que completarem os desafios podem ganhar prêmios ou benefícios exclusivos;
  • ranking de clientes: estabeleça um ranking dos clientes mais ativos e engajados com a sua loja, incentivando a competição entre eles. Quem ficar no topo do ranking pode ganhar descontos ou brindes;
  • recompensas instantâneas: ofereça recompensas instantâneas para os clientes que realizarem determinadas ações, como adicionar produtos ao carrinho, avaliar produtos, entre outros. As recompensas podem ser descontos imediatos ou moedas de troca;
  • reconhecimento de reputação: use recursos como emblemas, medalhas e títulos para reconhecer o sucesso dos jogadores-clientes mais assíduos. Com o tempo, esses elementos podem ser revertidos em moedas de troca ou outros prêmios. Essa tática contribui para inspirar o público e estimular o hábito de entrar no seu site;
  • jogos interativos: crie jogos interativos no seu e-commerce, como caça ao tesouro, jogo da memória, entre outros. Os jogos podem ter como objetivo incentivar os clientes a navegar pelo site e conhecer os produtos;
  • realidade aumentada: utilize recursos de realidade aumentada para criar uma experiência interativa com os produtos, permitindo que os consumidores os vejam em 3D ou experimentem virtualmente;
  • personalização de produtos: ofereça ferramentas de personalização de produtos, como a possibilidade de escolher cores, textos ou imagens para serem impressos em camisetas, canecas, capinhas de celular, entre outros.

Essas são apenas algumas ideias de como a experiência de compra do seu cliente pode virar uma verdadeira diversão. Além disso, a exemplo da gamificação nas empresas, é possível aproveitar essa metodologia para oferecer treinamentos sobre como usar o site, fazer pagamentos com Pix e aproveitar outros recursos da sua loja.

Saiba como aplicar a gamificação no e-commerce

Independentemente da iniciativa que você adotar, os passos abaixo vão ajudar a tornar essa estratégia mais efetiva. Olha só!

Dê a opção de escolha

A primeira dica é cuidar para que a participação seja voluntária. Ou seja, dê ao seu cliente a opção de participar dos desafios ou não. Mesmo que as iniciativas não interfiram muito no processo tradicional de compra, impô-las pode fazer com que o seu consumidor se sinta desrespeitado.

Estabeleça regras claras

Seja na gamificação corporativa ou em qualquer outro ambiente, é fundamental que o usuário tenha objetivos bem definidos e passos claros para alcançá-los. O excesso de complexidade pode afastar o cliente dessa experiência.

Crie histórias

O caráter lúdico dos jogos faz sucesso no lazer e também é bem-vindo na sua estratégia. Em vez de simplesmente contar pontos, que tal colocar as missões e as recompensas dentro de um contexto narrativo? Pense em uma história simples e complemente a imersão com avatares e personagens cheios de personalidade.

Estimule a competição

Um dos motivos do grande potencial de engajamento dos jogos é a sua capacidade de estimular o nosso senso de competição. Então, vale a pena mostrar para o usuário como ele se posiciona em relação a outras pessoas, com rankings e níveis. Isso o desafiará a cumprir ainda mais metas.

Não elimine erros ou perdas

No mesmo sentido da dica anterior, é importante que o jogo não seja “da boca para fora”. Não tenha medo de inserir mensagens apontando erros e, até mesmo, de colocar um “game over“, caso haja muitas tentativas malsucedidas em determinado objetivo. Isso será um gatilho para que o usuário retorne e tente novamente.

Leve a gamificação para a loja física

Vale a pena aproveitar essa estratégia para investir no phygital, colocando o e-commerce para conversar com a loja física. Por exemplo, alguns dos prêmios conquistados no site podem ser retirados exclusivamente em unidades presenciais ou, ao contrário, compras na loja geram pontuação no site.

Entenda porque vale a pena investir na gamificação

A gamificação traz diversas vantagens em qualquer setor em que é aplicada. No e-commerce, não é diferente. Veja!

Maior fidelização de clientes

Com a competição saudável, o processo de compra se torna mais atraente e desafiador, e isso incentiva os clientes a se envolver mais com o e-commerce. Lembre-se: o engajamento é um dos fatores mais importantes para o sucesso de qualquer negócio.

Quando os consumidores estão engajados, eles se tornam mais assíduos, compram mais e recomendam a sua empresa para outras pessoas. Além disso, o engajamento ajuda a criar uma relação mais próxima e duradoura. Ou seja, ele gera fidelização de clientes.

Isso traz diversas vantagens para as empresas, tais como:

  • redução de custos: a retenção dos clientes é mais barata do que a aquisição de novos, pois não é necessário investir tanto em marketing e publicidade para mantê-los;
  • aumento da receita: clientes fiéis tendem a comprar mais e com maior frequência, o que leva a um aumento do ticket médio e, consequentemente, da receita da sua loja;
  • indicações: clientes satisfeitos tendem a indicar a empresa para amigos e familiares, o que pode gerar novos negócios sem custo adicional. É um marketing espontâneo e superefetivo, sobretudo para quem está começando no empreendedorismo digital;
  • feedbacks construtivos: compradores fiéis costumam ser mais abertos a dar feedbacks construtivos e sugestões para a melhoria dos produtos ou serviços;
  • redução de cancelamentos: esses clientes fiéis também têm menos probabilidade de deixar a sua empresa em busca de outras opções do mercado, o que reduz a taxa de cancelamento;
  • branding: uma base de consumidores fidelizados ajuda a construir a imagem positiva da empresa, o que pode aumentar a sua reputação e atrair novos clientes.

Melhor experiência do usuário

A gamificação torna a experiência de compra no e-commerce mais agradável e interativa. Isso é fundamental para o sucesso de qualquer negócio, pois afeta diretamente a satisfação do cliente, a fidelização e a reputação da marca.

Veja porque a UX (ou experiência do usuário) é tão importante:

  • satisfação do cliente: uma boa experiência do usuário é essencial para a sua satisfação, afinal, quando ele encontra facilidade de navegar e o que precisa em um site ou aplicativo, fica mais propenso a retornar;
  • conversão: a experiência de compra também tem um grande impacto na conversão de clientes, que se tornam mais propensos a completar uma compra ou preencher um formulário de inscrição;
  • diferenciação: esse é um fator importante na diferenciação de um produto ou serviço em um mercado competitivo. Quando a experiência do usuário é superior à da concorrência já na navegação pelo site, os clientes têm mais chances de escolher o seu produto na hora de tomar a decisão de compra.

Coleta de dados e insights

A estratégia de gamificação também é muito útil para coletar dados e insights sobre o comportamento dos clientes, como quais produtos são mais populares e quais ações incentivam mais as compras.

Os dados são extremamente importantes para otimizar o seu negócio, pois permitem que as empresas entendam melhor as necessidades e preferências do seu público. Essas informações são bases valiosas para tomar decisões nas estratégias de vendas e marketing e para ajustar o mix de produtos.

Veja só as principais razões pelas quais a cultura de dados é produtiva:

  • compreensão do cliente: os dados permitem que as empresas compreendam melhor os seus clientes, seus comportamentos de compra e suas preferências, o que ajuda a adaptar as estratégias de vendas e marketing para atender às suas necessidades;
  • identificação de oportunidade: essas informações coletadas ajudam a identificar oportunidades de vendas. Você consegue descobrir, por exemplo, quais consumidores estão prontos para comprar mais ou quais leads (ou clientes em potencial) têm mais chance de conversão;
  • personalização: os dados permitem que as empresas personalizem as suas abordagens, o que é fundamental para uma melhor experiência do cliente e o aumento das vendas;
  • acompanhamento de resultados: por fim, os dados permitem que o varejista acompanhe os seus resultados ao longo do tempo, fornecendo um conhecimento valioso para identificar tendências e ajustar as estratégias de vendas e marketing com o objetivo de melhorar o desempenho.

Confira como divulgar a estratégia de gamificação

A divulgação de estratégias é uma etapa crucial para garantir que elas sejam bem-sucedidas e alcancem os resultados esperados. Anote aí algumas dicas para divulgar as suas iniciativas de gamificação:

  • utilize os canais certos de comunicação: identifique quais são os canais de comunicação mais relevantes para o seu público-alvo e utilize-os para divulgar as suas estratégias. Isso pode incluir redes sociais, e-mail marketing, anúncios pagos, entre outros;
  • produza conteúdo relevante: crie conteúdos de valor, que ajudem a explicar e divulgar as suas estratégias, como posts em blogs, vídeos explicativos e infográficos;
  • conte com influencers: identifique influenciadores relevantes para o seu público-alvo e trabalhe com eles para divulgar as suas estratégias. Eles podem criar conteúdos exclusivos, participar de eventos ou simplesmente falar sobre a sua marca para a audiência;
  • faça parcerias: identifique parceiros estratégicos, que possam ajudar a divulgar as suas ações gamificadas e outros diferenciais do seu negócio. Estamos falando de fornecedores, clientes ou outras empresas com interesses complementares.

Como você viu, a gamificação no e-commerce é muito vantajosa. Com ela, há um aumento do engajamento, da fidelização e das vendas, além da melhoria da experiência do usuário e da coleta de dados e insights sobre os clientes. E o melhor é que ela pode ser aplicada de diversas formas.

Muito interessante, não é? Siga as nossas redes sociais para ficar por dentro de outras dicas para o seu negócio! Estamos aqui: Instagram, Facebook e YouTube.