Universo Magalu

Blog do vendedor

Aprenda todas as funcionalidades e benefícios que só o Universo Magalu te proporcionar

Envio de mercadorias: quais as melhores práticas

Marketplace

Atualizado em 2 julho 24

5 minutos de leitura

O envio de mercadorias é um ponto que merece extrema atenção, tanto dos vendedores que trabalham com loja física quanto dos profissionais dedicados ao empreendedorismo digital. Qualquer descuido pode afetar a logística e prejudicar a imagem do negócio perante o público.

Como cada empresa tem as suas próprias condições pra realizar a entrega, é crucial se informar sobre as melhores práticas, e neste artigo vamos falar especialmente da solução oferecida pelos Correios. Suas vantagens em relação às transportadoras estão na variedade de modelos de envio e na distribuição de postos por todo o Brasil.

Decidiu que essa é a melhor escolha? Então fique com a gente e aprenda como fazer o despacho corretamente!

Principais regras dos Correios

As normas de postagem foram desenvolvidas pra padronizar o preparo dos pacotes e evitar que eles retornem ao vendedor. Se algo estiver fora das especificações apresentadas pelos Correios, você não poderá fazer o envio de mercadorias na data desejada. Nesses casos, é preciso adequar os detalhes ou até refazer a embalagem.

Ninguém quer perder tempo com erros desse tipo, certo? A consequência inclui atrasos que estouram o prazo das entregas e deixam os clientes insatisfeitos. E quanto mais o cenário se repete, mais pessoas param de confiar em seu trabalho e podem abandonar de vez a ideia de comprar novamente.

Mas, calma, pois dá pra evitar problemas com o envio de mercadorias se você prestar bastante atenção às orientações dos Correios. Elas estão expostas no site oficial da empresa, em uma categoria que detalha todas as restrições e proibições para o despacho de encomendas nacionais e internacionais.

Veja alguns exemplos:

  • obrigatoriedade da declaração de conteúdo;
  • recusa de objetos embalados separados e agrupados com fita adesiva;
  • proibição de envio de pacotes com mais de 1 metro de comprimento.

Os Correios trabalham com dimensões específicas pra cada tipo de embalagem, como caixa, rolo e envelope. É importante seguir os limites das tabelas pra proteger os produtos e prevenir o cancelamento do envio. Afinal, o preparo sempre será diferente entre itens pequenos, como livros, e artigos que geram maior volume.

Melhores práticas para o envio de mercadorias

A recusa de um pacote pode ocorrer por vários motivos, como uma impressão apagada da etiqueta ou danos na embalagem. Como dito, a ausência de qualquer elemento considerado essencial pelos Correios fará com que seu envio fique pausado, prejudicando o fluxo das atividades e afetando a experiência dos clientes.

Confira a nossa lista de boas práticas para o envio de mercadorias.

Informe as modalidades disponíveis

Os Correios têm diversos tipos de envios, como PAC, Mini e Sedex. Os valores de cada modalidade variam e influenciam no tempo de entrega. É importante mostrar todas essas opções na aba de pagamento de sua loja virtual pra que os clientes escolham a opção mais adequada às suas necessidades.

Vale lembrar que algumas regiões ou cidades brasileiras não contam com todas as modalidades oferecidas pela empresa. Assim, tenha o cuidado de verificar a disponibilidade de cada serviço antes de divulgar a lista.

Invista em embalagens compactas e seguras

O cálculo do preço de um pacote é feito com base no volume dele. Por isso, o ideal é escolher embalagens com tamanho aproximado das dimensões do produto. Isso traz economia no envio de mercadorias e, ao mesmo tempo, aumenta a proteção por reduzir o atrito interno.

Se, mesmo após acomodar o artigo dentro da caixa, você perceber que sobrou muito espaço livre, tente preenchê-lo com papel ou plástico-bolha. É uma forma de prevenir o balanço excessivo, principalmente de peças mais delicadas. O cuidado com o preparo fica claro no ato de desembalar e demonstra comprometimento com a qualidade.

Confira as informações das etiquetas

O preenchimento correto dos dados é fundamental pra evitar o extravio ou a perda das encomendas. Se você costuma escrever à mão, faça com letra grande e legível para garantir que o endereço do destinatário e outras informações sejam interpretados pelos funcionários.

No site dos Correios, há uma seção específica pra gerar etiquetas online. Vale a pena aproveitar esse recurso pra padronizar as letras e evitar confusões. Tenha atenção, também, na hora de colar a etiqueta na embalagem. É importante manter o código de barras totalmente visível, sem dobras ou sobreposições.

[rock-convert-cta id=”13275″]

Inclua a nota fiscal ou a declaração de conteúdo

Além da etiqueta contendo dados do destinatário e do remetente, você precisa cobrir a parte externa da embalagem com um envelope feito de plástico transparente. Esse suporte vai abrigar um documento dobrado da nota fiscal ou da declaração de conteúdo.

Faça a dobra do papel de modo que ela não mostre o valor do produto. Lembre-se de que segurança e privacidade estão entre as exigências do consumidor moderno, portanto, evite expor dados importantes no lado de fora da encomenda.

Forneça código de rastreamento

Após solicitar o envio de mercadorias, você vai receber um código da equipe dos Correios. Ele serve para a identificação do status da encomenda e do local em que ela se encontra. É um recurso essencial pra acompanhar, em tempo real, a situação do pedido e tranquilizar os clientes.

Um bom serviço de entrega deve manter o rastreio atualizado pra facilitar a vida dos vendedores e de seus clientes. Com o código, o comprador consegue acessar o site dos Correios e ter uma noção de quando o seu produto vai chegar. Então não se esqueça de informá-lo ao cliente assim que despachar o pacote.

Faça uma estratégia de logística reversa

Em uma parceria com os Correios, você consegue apostar no serviço de logística reversa. Ele tem como objetivo facilitar o retorno das mercadorias ao lojista, nos casos em que os consumidores desistem do produto ou resolvem fazer a troca do item. São situações que ocorrem com frequência, por isso, vale a pena contar com suporte adequado.

Nem sempre a devolução ocorre por conta de insatisfação com o produto. O cliente pode ter desejado outra cor ou modelo, percebido que o item não serviu ou, simplesmente, exercido o seu direito de arrependimento. Em todo caso, você vai querer que o pacote volte intacto pra fazer a substituição e destiná-lo a uma nova venda.

Conseguimos sanar as suas dúvidas sobre o preparo das encomendas? A gente espera que você tenha sucesso em cada envio de mercadorias e dedique bastante cuidado nessas etapas. É um esforço que será compensado com redução de custos, otimização do tempo e maior eficácia nas entregas.

Uma boa saída pra não ter estresse com o despacho é fazer parcerias com marketplaces que oferecem serviço de entrega. Assim, você deixa uma equipe cuidando dessa parte e pode se dedicar a outros processos, sem preocupações com eventuais descuidos.

Por falar em processos de vendas, saiba agora como atender o consumidor 4.0!