Universo Magalu

Blog do vendedor

Aprenda todas as funcionalidades e benefícios que só o Universo Magalu te proporcionar

Pagamento instantâneo Pix: veja as vantagens e desvantagens para o varejo digital

Marketplace

Atualizado em 9 maio 24

6 minutos de leitura

Em outubro de 2020, foi lançado o Pix, pagamento instantâneo que trouxe inovação na hora de receber e pagar valores em dinheiro. Esse método foi aceito de imediato, tanto no meio físico quanto on-line, e, hoje, é uma das preferências entre os consumidores.

O varejo digital pode obter mais oportunidades com a oferta do pagamento via Pix. Ele é fácil de implementar e não tem nenhum tipo de cobrança de taxas. Por isso, é uma estratégia para você atrair mais clientes à sua loja virtual.

Mas como nada é perfeito, o Pix também tem as suas desvantagens quando aplicado no varejo digital. Então, preparamos este post para você descobrir quais são os prós e os contras que esse método de pagamento oferece e como utilizar no seu e-commerce. Vem com a gente!

Por que o Pix se tornou uma das formas de pagamento mais fortes?

O sistema Pix fez sucesso desde o momento em que foi lançado, e, hoje, ele é o meio de pagamento preferido dos consumidores brasileiros. Desde o final de 2020, quando foi lançado de forma oficial e integral, até setembro de 2022, já haviam sido realizadas 26 bilhões de transações.

As movimentações alcançaram R$ 12,9 trilhões, e tanto pessoas físicas quanto jurídicas utilizam essa ferramenta. Já existem mais de 500 milhões de chaves cadastradas, entre CPFs, e-mails, telefones e chaves aleatórias.

Um dos principais fatores de sucesso desse sistema é que Pix e pagamento instantâneo são praticamente a mesma coisa. Os consumidores veem nele uma forma rápida e prática de pagar por produtos ou serviços que adquirem. O dinheiro sai da conta no mesmo momento e é enviado para uma pessoa ou empresa de forma imediata.

Também não há um horário certo para realizar esse tipo de transação, e isso faz com que o Pix seja ainda mais atrativo, pois é possível fazer pagamentos em qualquer hora do dia, mesmo depois que as instituições bancárias já fecharam o seu expediente.

Outro detalhe é o fato de que não é preciso pagar nada para fazer um Pix. Ele não tem custos. Sem falar que é possível realizar transações de valores altos. Durante o dia, é possível fazer pagamentos de até R$ 3.000, e de até R$ 1.000 durante o período noturno. Mas dá para solicitar mudanças nesses limites negociando com as instituições financeiras.

Mais um motivo do sucesso do Pix, pagamento instantâneo, é a praticidade. Quem vai pagar só precisa de um dado da pessoa que vai receber, o que garante muito mais agilidade e segurança. Afinal, não é preciso compartilhar informações pessoais com estranhos.

Como funciona o Pix no varejo digital?

Como explicamos, para utilizar o Pix como pagamento instantâneo, a pessoa precisa ter apenas um dado de quem vai receber o valor. Ou seja, basta que ela tenha em mãos a chave Pix. O sistema funciona da mesma maneira no varejo digital.

No caso de quem tem um site próprio ou vende de forma direta por outros canais, como WhatsApp, basta configurar o Pix como uma alternativa na plataforma de pagamento e disponibilizar a chave para o cliente.

Pode ser um dado, como CNPJ, CPF, e-mail ou número de telefone celular. Também existem as chaves aleatórias, que são criadas pelo próprio sistema da instituição bancária.

Quando a pessoa decide pagar por Pix, o sistema se encarrega de reconhecer se o pagamento foi feito. Ao ser finalizada a transação, o dinheiro já cai na conta da empresa e o pedido é liberado de forma automática.

Agora, quando é utilizada a plataforma de um terceiro, como no caso dos aplicativos para pedir comida, a pessoa paga pelo Pix e esse valor fica na conta da plataforma. Depois que o pedido é entregue, o dinheiro é liberado para o vendedor.

Quais as vantagens do Pix para o e-commerce?

Uma das principais vantagens do sistema Pix é o pagamento instantâneo, que cai na hora para o lojista. Como há poucos intermédios, as transações são finalizadas de uma forma mais rápida, e isso proporciona uma boa experiência para o consumidor.

Também ajuda a atrair mais clientes, ampliando o público atendido. Ao mesmo tempo, aumenta a taxa de conversão, já que, como você viu, essa é a forma de pagamento mais utilizada hoje em dia. Ainda há um menor risco de inadimplência, pois o pagamento é imediato.

Mais um ponto positivo é a disponibilidade, já que é possível pagar em qualquer hora do dia. O processo é menos complexo, menos burocrático e menos custoso, tanto para quem vende quanto para quem paga.

Sem falar da segurança, já que é necessário compartilhar o mínimo de informações, e também por causa do menor risco de fraude em comparação ao cartão.

Existem desvantagens ou cuidados com o Pix?

As desvantagens do uso do Pix como pagamento instantâneo são poucas. Uma delas é o fato de que o cliente não pode parcelar as suas compras, mas isso é facilmente resolvido ao disponibilizar a opção do cartão de crédito.

Além disso, continua sendo muito importante ter atenção a possíveis fraudes e golpes, pois sempre existe esse risco, ainda que menor. Pode acontecer, por exemplo, de o cliente fazer um Pix agendado e, depois de receber o produto, cancelar o pagamento.

No caso do uso do QR Code, os golpistas podem se passar pela sua loja para enganar os clientes. É importante instruir o seu público sobre como reconhecer os seus QR Codes por meio da personalização feita com a cor e o logotipo da loja.

Também vale optar pelo QR Code dinâmico, pois o código é invalidado depois da venda e um novo é criado a cada pedido feito. A utilização de um bom sistema antifraude pode oferecer esse tipo de suporte para a sua loja e garantir a proteção dela e dos clientes.

Como utilizar o Pix em sua loja on-line?

Para utilizar o Pix na sua loja on-line, primeiro, você precisa cadastrar uma chave junto à instituição bancária responsável pela conta usada para receber os valores das vendas. Pode ser tanto uma conta PF quanto PJ.

Você pode divulgar essa chave para os clientes de forma direta ou, então, criar uma chave aleatória e trabalhar com o sistema do Pix copia e cola. Nesse caso, ele precisa ser habilitado na plataforma de pagamento utilizada na loja.

Existe ainda a opção de criar um QR Code dinâmico ou estático. Ao fazer a leitura desse código por meio do aparelho celular, o cliente será encaminhado para a página de pagamento, que vai conter todas as informações do pedido, como a data de vencimento, o valor da compra já com o frete e a identificação do comprador.

Não tem segredo para oferecer o Pix, pagamento instantâneo, na sua loja on-line. O sistema é muito simples, sem burocracias e com poucas etapas. Isso favorece as transações, tornando o seu negócio muito mais atrativo para os clientes, que encontram agilidade e praticidade na hora de fazer as compras.

Gostou das dicas? Então, assine a nossa newsletter para podermos enviar conteúdos interessantes como este direto para o seu e-mail!