Universo Magalu

Blog do vendedor

Aprenda todas as funcionalidades e benefícios que só o Universo Magalu te proporcionar

Glossário marketplace: veja os 10 termos que você deve conhecer

Marketplace

Atualizado em 9 julho 24

8 minutos de leitura

Alguma vez, durante suas pesquisas sobre e-commerce, vendas online e marketplace, você se deparou com uma palavra que ainda não conhecia, ou não tinha certeza do seu significado? Realmente existe um conjunto de termos que a gente precisa conhecer pra aproveitar melhor as informações que encontra. É pra isso que serve o glossário marketplace!

Na plataforma do Magalu Marketplace, os parceiros têm todas as ferramentas e recursos de que precisam pra colocar sua loja virtual no ar, ter um bom relacionamento com os clientes, fazer vendas e gerenciar o negócio, mas nada disso funciona sozinho.

Pra aproveitar ao máximo toda essa estrutura, é importante conhecer os termos dos quais falamos pra que você saiba como as ferramentas e estratégias se relacionam. Isso também ajuda a entender de que maneira você pode aprimorar o seu trabalho e adotar as melhores práticas pra fazer com que o seu negócio dê certo.

Mas não tem erro, afinal, não é difícil entender o que essas palavras significam. Pra ajudar, a gente preparou um guia completo, que reúne um glossário com os termos importantes e recorrentes que você vai ver no Magalu Marketplace e nos conteúdos que acessar pela internet. Dá uma olhadinha pra ficar por dentro e não se confundir nunca mais!

Canal

Acha que parou por aí? Tem muito mais termos no nosso glossário marketplace pra você consultar sempre que precisar. Esse é o exemplo do “canal”, que é praticamente impossível não ler em algum conteúdo relacionado à gestão de negócios.

Acontece que, pra manter a sua loja no ar, é importante que haja um espaço em que a sua marca está disponível e os clientes possam ter acesso. Ou seja, como o próprio nome diz, esse é o canal que liga o seu negócio com o público.

Esse canal pode ser usado com diversas finalidades. Por exemplo, quando o objetivo é estabelecer um espaço pra vendas, o marketplace, o e-commerce e o ponto físico são os canais ideais.

Já se você quer garantir uma boa comunicação com o público e uma maior proximidade com o consumidor, vale mais a pena apostar em um espaço que permita mais interação. Esse é o caso das redes sociais e, até mesmo, do e-mail marketing.

Não se esqueça também de que esses canais podem estar interligados. Ou seja, um espaço de comunicação também pode servir para vendas e vice-versa. Por isso, aproveite todas as oportunidades que você encontrar.

Integrador de marketplace

Esse é mais um termo que você vai gostar de conhecer. O integrador de marketplace — às vezes, chamado também de hub de integração — é aquela plataforma que vai unir toda a gestão de vendas em um só lugar.

Sendo assim, não importa se você está vendendo na loja física, no próprio site de vendas online ou no marketplace. Se a plataforma de integração estiver ativa, qualquer novidade vai aparecer no painel de controle.

Na maioria das vezes, o integrador de marketplace é um tipo de plataforma usado com foco em vendas e em marketing. Sendo assim, é aqui que você pode desenvolver suas estratégias pra conquistar e fidelizar o público.

Com isso, você consegue usar só um ambiente de trabalho pra garantir toda a gestão do negócio. A longo prazo, isso poupa várias dores de cabeça com problemas de falta de informação. Por isso, experimente manter tudo bem integrado pra ter mais tranquilidade com a parte da administração da sua loja.

Monitoramento de marketplace

Agora, o monitoramento de marketplace é uma ação que todo comerciante precisa fazer pra ficar de olho nos resultados que a loja está tendo na plataforma e nas mudanças do mercado.

Em outras palavras, o termo se refere à importância de acompanhar os preços que os concorrentes estão praticando, o número de vendas que você teve no marketplace e o retorno sobre as estratégias ou investimentos.

É esse monitoramento que vai fazer com que você tenha as melhores ideias pra aplicar no seu negócio e evitar que ele fique parado. Com isso, é possível elaborar um planejamento de sucesso e fazer a sua loja se destacar no marketplace.

Target

Palavras em inglês assustam você? Esse é mais um motivo pra consultar o glossário marketplace sempre que precisar. Se a gente traduzir esse termo para o português, vai encontrar como resultado “alvo”. Mas o que será que isso quer dizer na prática?

Quando o assunto é gestão de negócios no marketplace, o target nada mais é do que o seu público-alvo. Ou seja, o grupo de clientes que a sua loja vai trabalhar as melhores estratégias de marketing possíveis pra alcançar.

Quem pensa que definir um público-alvo é perda de tempo se enganou demais. Afinal, quando você tem o cuidado de estabelecer o perfil das pessoas que gostaria que fossem suas clientes, é possível fazer um planejamento muito mais inteligente.

Com isso, por exemplo, você consegue definir os objetivos de comunicação, saber qual é a melhor linguagem pra utilizar, apostar nos gatilhos mentais que vão chamar a atenção dos seus clientes ideais e, até mesmo, saber que tipo de produto vender. Viu só como o target é muito importante?

ERP

Agora vamos para o Enterprise Resource Planning (ERP), que significa “Planejamento dos Recursos da Empresa”. Esse é um sistema bem parecido com uma integradora de marketplace, que você acabou de ver.

Isso porque o ERP também quer facilitar a gestão ao deixar todas as informações guardadas em um só lugar. Assim, você ganha com mais organização, praticidade e facilidade pra usar a plataforma.

A diferença aqui é que o ERP tem um foco diferente do hub de integração. Enquanto o segundo vai ajudar na gestão de vendas e nas estratégias pra atração e fidelização dos clientes, o primeiro tem como objetivo deixar tudo organizado.

Ou seja, notas fiscais, gestão de pedidos, administração das entradas e saídas, organização das contas a pagar: tudo isso fica por conta do ERP. No entanto, isso não significa que um hub não possa executar essas funções quando está integrado ao ERP.

Comissão

Você tem funcionários na loja e quer saber como incentivá-los a vender mais? Então, anote mais um termo do glossário marketplace: comissão. Esse é o nome daquela quantia oferecida ao vendedor por ajudar a aumentar as vendas.

Geralmente, a comissão é paga ao atingir uma determinada meta. Assim, você consegue estimular o time de vendas a sempre buscar fechar os pedidos e a aplicar algumas técnicas de conversão pra fazer com que o cliente gaste mais.

Mas não é só nesse contexto que o termo “comissão” é usado. Essa palavra também pode se referir ao valor pago ao marketplace pra garantir a hospedagem dos seus produtos na plataforma. Por isso, sempre fique de olho no contexto ao se deparar com a expressão.

Crossborder

Pra entender melhor o termo, vamos traduzi-lo do inglês? Em português, essa expressão quer dizer “atravessar a fronteira”. Então, só de ver a tradução, já dá pra imaginar sobre o que esse conceito aborda, não é?

Aplicado no contexto dos negócios, crossborder nada mais é do que vender um produto que será entregue em outro país. Algumas lojas podem contar com clientes estrangeiros, a depender do tipo de produto vendido, e oferecer esse tipo de serviço é um diferencial competitivo.

Nesse caso, só é preciso ter um cuidado extra com a logística. Afinal, você não vai querer perder o seu produto em outro país. Além disso, vale a pena ficar de olho nas questões jurídicas e valores de envio — principalmente pra calcular o frete.

Crossdocking

Já o crossdocking quer dizer “atravessar as docas”. O conceito fala sobre uma estratégia de entrega que pode ser muito interessante pra quem não tem um espaço muito grande de estoque.

Nesse caso, a cada compra na loja, o pedido é enviado pra um centro de distribuição que cuida do armazenamento e da entrega para os clientes. Tudo isso é feito de maneira esquematizada e bem organizada.

EAN

EAN é a sigla para “European Article Number”, ou seja, “Numeração Europeia de Artigos”. Esse é o código de barras feito com 13 dígitos, que foi criado pelo Sistema GS1, pra padronizar a identificação dos produtos.

Com ele, você pode cadastrar um item de acordo com suas características, como modelo, país de origem e fabricante. Além disso, conta com um dígito verificador. A partir disso, registra o código criado no seu sistema de vendas e sempre que quiser encontrar ou passar um produto, é só inserir essa sequência numérica.

O EAN é muito útil pra fazer um bom controle de estoque e deixar as suas mercadorias bem organizadas. Assim, você não deixa nenhum produto de fora do sistema, nem o repete.

Ficha técnica

Na hora de vender um produto online, é importante levar em conta que os clientes nunca tiveram contato com o que estão comprando. Pode ser até que já tenham consumido um item parecido, mas não é exatamente aquele que estão levando.

Nesse caso, o que pode ser feito pra que o consumidor conheça o produto, mesmo sem nunca tocá-lo ou vê-lo presencialmente antes de finalizar a compra? A lógica é simples!

Quando não temos como ver um item, mas queremos saber como ele é, podemos pedir informações sobre as suas características principais. Pra traduzir em termos de negócios virtuais, criamos um termo que descreve justamente isso: ficha técnica.

Essa é uma tabela ou uma lista que conta com as principais informações que uma pessoa precisa saber sobre um produto que está à venda no seu marketplace. Não é à toa que a ficha técnica costuma estar na página do item dentro da plataforma.

Dentre os principais detalhes que devem fazer parte da sua ficha técnica, podemos citar:

  • medidas (altura, largura e profundidade);
  • peso;
  • material de fabricação;
  • código de barras;
  • quantidade de itens na embalagem;
  • descrição breve.

Viu só como não é complicado entender os termos mais recorrentes no Magalu Marketplace? Inclusive, agora ficou muito mais fácil compreender as ferramentas e recursos da plataforma, assim como dos conteúdos e treinamentos que a gente disponibiliza. Isso sem contar que é possível aplicar todos esses conceitos pra ter mais oportunidades de sucesso no seu negócio.

Não é à toa que com esse glossário marketplace, que tem os termos mais importantes para o seu dia a dia, você vai aproveitar da melhor forma toda a estrutura que tem à sua disposição. Além disso, vai poder trocar informações e dicas com outras pessoas, dominando muito mais o vocabulário utilizado nas vendas online.

E então, o que você achou de saber mais sobre um conjunto de termos tão importante pra usar nos negócios? Agora, é hora de dar mais um passo pra aprender tudo o que você precisa pra manter a sua loja no topo. Aproveite a visita e baixe também nosso material pra te ajudar a definir o mix de produtos da sua empresa!